fbpx

Qual o aplicativo mais usado na China para se comunicar? - MAPAei

14 fevereiro 2017
Comments  0

WhatsApp ou Wechat?

Wechat, claro!

Aqui na China o WhatsApp praticamente não existe. Eu só uso este aplicativo para falar com o pessoal do Brasil ou com a comunidade brasileira aqui de Shenzhen que ainda se sente mais confortável nesta plataforma. O Wechat, da empresa chinesa Tencent, não funciona só como meio de comunicação. Ele também é uma rede social como o Facebook onde as pessoas fazem seus posts para as outras curtirem e comentarem. Através do Wechat você pode recarregar o seu celular ou de quem mais você quiser; pode pagar a conta de gás, luz, telefone assim como a do mercadinho do seu bairro; transfere dinheiro para o taxista, para o amigo e para quem mais você esteja devendo uma graninha; chama o Uber (que na China foi comprado pelo Didi), encomenda comida; reserva ticket de trem, avião e cinema, reserva hotel, participa de compras em grupo, faz vídeo conferência (algumas das minhas sessões de coaching são feitas via Wechat) e mais uma porção de coisas que eu, como estrangeira, não sei usar.

Chris Dumont Wechat1

 

 

Chris Dumont Wechat 2

 

Para adicionar uma pessoa na sua lista de contato, você procura pelo ID, telefone ou simplesmente escaneia o QR code que o próprio Wechat gera para cada um. Só que, diferente do WhatsApp, a pessoa precisa te aceitar para vocês começarem a conversar, o que resguarda bastante nossa privacidade. O único problema disso é que os chineses não gostam de colocar suas fotos no perfil, então no lugar da fotinho do rosto, eles colocam bichos, personagens ou paisagens. Volta e meia eu recebo uma solicitação de amizade com o nome da pessoa escrito em caracter e a foto de um labrador. Difícil!

 

Chris Dumont We Chat 4

 

No Natal do ano passado, fizemos uma vaquinha virtual para arrecadar fundos para uma entidade que cuida de crianças chinesas com problemas mentais. A gente mandava uma mensagem com 6 botões com valores diferentes e a pessoa só tinha que clicar na quantia que queria doar para que o dinheiro saísse do Wechat dela diretamente para o Wechat da instituição.

Enfim, quem quiser, é só baixar o aplicativo e adicionar a primeira amiga: ChrisDumont.

Chris Dumont Wechat 3

 

Se você pegou este bonde andando e quiser conhecer as aventuras iniciais da Família Brasileira na China, leia o livro Como Morar na China sem Engolir Sapo nem Comer Cachorro.

Se quiser saber mais sobre meu trabalho de coaching, acesse christianedumont.com

Agora olhem que legal! Uma das tradições do Ano Novo Chinês que começou dia 28 de janeiro é dar dinheiro de presente num envelope vermelho. Pois bem, até isso é possível fazer com o Wechat. Eu recebi vários envelopinhos virtuais com dinheiro real de gente que eu não sabia nem que era.

Como isso tudo funciona? Você pode ter dinheiro no próprio Wechat ou associar seu Wechat aos seus cartões de banco. Ontem minha filha saiu com o namorado para jantar e, na hora de pagar a conta, “perceberam” que não tinham dinheiro. Muito simples: eu entrei aqui de casa no Wechat da dona do restaurante, que virou minha amiga no primeiro delivery que pedimos, digitei o valor e pronto.

O Wechat já tentou entrar no Brasil com uma campanha que tinha o Messi como garoto propaganda. Não sei por que não deu certo, mas fico muito triste quando ainda vejo coisas do tipo o WhatsApp ter que ficar 48 horas fora do ar sei lá por que motivo.

 

mapaeiChristiane Dumont  é autora do livro Como morar na China sem engolir sapo e nem comer cachorro, certificada pela Sociedade Brasileira de Coach em Life&Personal Coach e atende pessoalmente e por Skype. Pós-graduada em propaganda e marketing, vive há mais de cinco anos em Shenzhen, na zona do Cantão na China. Casada, mãe de 3 filhos, trabalha fornecendo suporte a brasileiros que desejam fazer negócios, estudar ou conhecer este país, além de escrever para mídias sociais sobre suas experiências como expatriada.

Novidade: www.christianedumont.com

 

Comments are closed.

shares