fbpx

Expectativa x Realidade: O Sonho de fazer Intercâmbio

22 outubro 2018
Comments  0

Ao pensar em fazer um Intercâmbio, muitas pessoas idealizam esse período fora do Brasil como um sonho encantado. Quem vai ao exterior estudar com o propósito de viver um conto de fadas, deve tomar alguns cuidados.

ALERTAS IMPORTANTES para começarmos:
Cuidado com as suas expectativas!;
O Intercâmbio não é uma simples viagem de turismo!;
No Intercâmbio certamente você vivenciará desafios que não estavam previstos

O sucesso do Intercâmbio depende muito mais de você do que de fatores externos (a escola, o clima, os colegas, etc). Nesta perspectiva, há que se atentar a algo que pode ser um grande vilão durante este período: suas expectativas.

Algumas pessoas acreditam que por envolver um investimento financeiro serão recepcionadas e tratadas de maneira diferenciada, com um tapete vermelho a sua espera. Podemos comparar essa sensação de chegar à Disney: todos sorrindo, acenando e te tratando de maneira especial. Viajar como turista é muito diferente de viajar como intercambista! Se posicionar desta maneira poderá gerar frustrações proporcionais às suas expectativas.

O Intercâmbio é sim uma experiência que tem um potencial incrível de te proporcionar desenvolvimento pessoal, profissional, o aprendizado de um idioma entre tantos outros benefícios. Mas não é um período “milagroso”: atenção ao partir para “fugir” de algo, ou com expectativas surreais.

Esse período no exterior será uma temporada de aprendizado contínuo e o estado de alerta estará sempre ligado. A experiência irá te transformar e não será com um simples passe de mágica!

Digo isso porque o aprendizado, desenvolvimento e sucesso da sua experiência não se dá de forma automática e com você como expectador de tudo o que acontece. O Intercâmbio é uma experiência que te convida a arregaçar as mangas e agir, ser protagonista.

Já falamos isso aqui (Intercâmbio na Adolescência), mais do que uma simples viagem de férias, o Intercâmbio é sim uma vivência, uma experiência cultural. Portanto, prepare-se para dar conta de si e aproveitar cada minutinho, pois a rede e os pés para cima ficarão no Brasil!

É quase impossível não idealizar o período de Intercâmbio. Mas como desenvolver expectativas mais reais?

Algumas dicas e sugestões:

– DEFINA OBJETIVOS CLAROS: É fundamental que esses objetivos sejam reais. Cuidado em ter como meta a fluência no idioma se você tem um nível básico e irá fazer um curso de apenas 1 mês.

– PESQUISE, PESQUISE, PESQUISE: Busque informações na internet, converse com a equipe da MAPAei, busque informações com quem já viveu no país que você está pensando em estudar. Todas essas fontes te ajudarão a saber se as expectativas que você tem em mente poderão ser correspondidas.

– INTERCÂMBIO É TROCA! O que você está disposto a oferecer de você nesse intercâmbio? Não espere apenas receber, esteja disposto a dar o seu melhor quando estiver em terras estrangeiras. Substitua um pensamento centrado em você por uma atitude empática e seu intercâmbio será enriquecedor!

– CUIDADO COM A COMPARAÇÃO: Muitas pessoas parecem viver um conto de fadas nas redes sociais, ainda mais durante o intercâmbio. Publicam fotos das melhores partes da viagem, dos restaurantes mais bacanas, das festas mais divertidas, dos melhores ângulos… Mas não mostram os momentos menos glamorosos e os dias normais da vida. Ficar se comparando à imagem cor de rosa que temos da vida alheia pode ser perigoso.

– PREPARE-SE!: Além de todas as dicas acima, a Orientação Intercultural pode te auxiliar muito a se preparar para esta vivência, os futuros desafios e ter expectativas mais próximas a realidade.

No final, entenda caro futuro intercambista, não quero de forma alguma desencorajá-lo. Muito pelo contrário, após cinco experiências e trabalhando com pais e intercambistas há alguns anos, a minha indicação é: vá! Vá viver novas experiências, explorar uma nova cultura, enriquecer sua bagagem pessoal, profissional e ampliar o seu mundo.

Fazer intercâmbio é um sonho desde que você esteja aberto aos desafios que virão, pois são eles que farão você se transformar. É uma experiência de aprendizado, conhecimento e desenvolvimento que você levará para vida toda!

Cuide das suas expectativas e viva uma experiência rica, positiva e inesquecível.

Bons estudos e boa viagem!

 

Karen Goes é Psicóloga com atuação em capacitação Intercultural e de Gestão de Pessoas, Coordenadora de treinamento intercultural para imigrantes e refugiados pela   SIETAR e responsável pelo serviço de Orientação Intercultural da MAPAei. É intercambista de carteirinha: Curso de Espanhol (Chile, 2015), Representante Cultural na   Walt Disney Cia (EUA, 2012), Curso de Inglês (Irlanda, 2012), Intercâmbio de Trabalho na Walt Disney (EUA, 2010/11), High School (Nova Zelândia, 2005).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares